Homenagem ao 18 de abril de 1857 – A Falange VERDADE.

Certo dia, em meio às trevas,
Camuflado em nuvem clara,
Veio até nós obra rara,
Volitando pelo espaço;
Vinha esvoaçando no vento,
Como uma revelação
Pondo luz na imensidão,
Dando repouso ao cansaço!

O mundo todo se agita,
Impressionado que estava,
Pois ninguém acreditava
Naquelas revelações;
Eram tantas novidades
Acima do entendimento,
Que os homens, nesse momento,
Dividiam as atenções.

Espíritos do Senhor,
Nos quatro cantos do mundo,
Se apresentam e, num segundo,
A humanidade se altera…
A sociedade reunida
Brinca com as mesas que dançam
E as almas, como crianças,
Não sabem o que as espera.

Poucos anos se passaram
Juntando-se informações
E apesar dos brincalhões,
Muita coisa se aprendia;
Anotaram-se as respostas
Às perguntas dos curiosos,
Sobre assuntos tenebrosos,
Cheios de sabedoria.

O melhor do revelado
Neste divino arrebol
É que Espíritos de escol
Falaram da nossa sorte!
Nós somos almas eternas,
Com muitas encarnações
Para aprender mais lições
De vida, pois não há morte!

O que se julgava o fim,
Agora é só mera etapa
E se a vida nos escapa,
Voltamos num recomeço,
Cada vez que é necessário,
Quantas vezes for preciso,
Até que tenhamos juízo
E por nossa vida apreço.

Logo após veio Kardec,
Que num livro registrou
Tudo aquilo que anotou;
Foi em 18 de abril,
Do ano cinquenta e sete,
No século XIX;
Até que em sessenta e nove
Ele da terra partiu.

Deixava o Consolador,
Já prometido em João,
Para a nossa redenção,
Num processo natural;
Não há castigo do Céu,
E nada mais nos afronta,
Pois cada um, por sua conta,
Vai se livrando do mal.

Neste pequeno relato
Que mostra o saber de Deus,
Vemos que mesmo os ateus,
Como os de outros matizes,
De outras raças, de outros credos,
Receberam, igualmente,
O amor divino, imanente,
Que há de fazê-los felizes!

Salve a Doutrina divina
Que se chama Espiritismo,
Que sem nenhum fanatismo
Nos convida à liberdade
E é acessível a todos;
Não esconde informações,
Porque são revelações
Do Espírito da Verdade!

RIE – Revista Internacional de Espiritismo – abril de 2013

Anúncios