Octávio Caúmo Serrano – 8/6/2015

Reconhece-se o espírita
Pela sua transformação
E na luta em que se empenha
Para ter educação;
Vence as más inclinações,
Com todos tem só atenções,
Como age o que é cristão!

Tem sempre a boca cerrada
Diante do fracasso alheio,
Seja com desconhecidos
Ou com pessoas do seu meio.
Perdoa todo inimigo
Tentando fazê-lo amigo,
Pois do mal não tem receio!

Constantemente empenhado
Se esmera em sua instrução
Para então servir melhor
Sempre que chega a ocasião,
Pois sente contentamento
E gosta de estar atento
Qual soldado de plantão…

Não vale pelas palestras
Ou por passes que oferece
Nem pela mediunidade
Ou por dizer linda prece;
Mas por ter disposição
Para servir sempre o irmão
E ainda a Deus agradece!

Anúncios