Ato de caridade

Deixe um comentário

Ato de Caridade

Do Livro Versos Escolhidos e Epigramas-
Djalma Andrade – MG 1952

Que eu faça o bem e de tal modo o faça
Que ninguém saiba o quanto me custou;
– Mãe, espero de Ti mais esta graça:
Que eu seja bom sem parecer que sou!

Que o pouco que me dês me satisfaça
E se, do pouco mesmo, algum sobrou,
Que eu leve essa migalha onde a desgraça
Inesperadamente penetrou.

Que a minha mesa, a mais, tenha um talher,
Que será, minha Mãe, Senhora Nossa,
Para o pobre faminto que vier.

Que eu transponha tropeços e embaraços,
Que eu não coma sozinho o pão que possa
Ser partido por mim em dois pedaços.

Anúncios

A faxina

Deixe um comentário

Octávio Caúmo Serrano

Aquele que por si tem autoestima,
Aplique o mais que possa no perdão.
Para ter serenado o coração,
Promova sempre n´alma uma faxina!

Tristeza acumulada, a oração
Ajuda a eliminar de sua rotina;
Mas o perdão é uma matéria prima
Que é vital para a sua evolução…

Expulse cada mágoa que acumula,
Senão o seu caráter se macula
Devido ao azedume que o maltrata…

Cultive a sua consciência bem tranquila,
Pois senão essa dor o aniquila,
Já que veneno de ódio também mata!…

Jornal O Clarim – novembro 2018

Rogativas

Deixe um comentário

Octavio Caumo Serrano

Nunca me dês, Senhor, a dura prova
De uma cegueira ou da paraplegia;
Conserva-me a saúde até que a cova
Me guarde sob a lousa dura e fria.

Que eu possa ter uma experiência nova
Na minha caminhada, a cada dia,
Porque só assim o homem se renova
Quando conquista aos poucos a alegria!

Mas se for necessária a provação,
Não deixe que eu reclame nunca, oh Pai;
Dá-me também a resignação…

Que eu tire do sofrer a minha fé
E em horas tristes, quando o corpo cai,
Que esta minha alma permaneça em pé!

Jornal O Clarim outubro 2018